#PraCegoVer: cartaz com fundo roxo e várias mãos. Em primeiro plano, o texto: LAMIS 2018, inquérito virtual entre Homens que fazem sexo com Homens na América Latina

O LAMIS (Latin America MSM Internet Survey) é uma pesquisa online sobre saúde de homens que fazem sexo com homens (HSH). É a versão latino-americana do EMIS (European MSM Internet Survey) , uma pesquisa semelhante que ocorre nos países europeus desde 2010. Seu conteúdo inclui questões sobre discriminação, satisfação sexual, acesso à serviços de saúde, comportamento sexual, entre outros temas.

Em muitos países da América Latina, discriminação e falta de dados são fatores que influenciam a falta de políticas públicas e de saúde preparadas para atender as necessidades dos homens que fazem sexo com homens (HSH). Além disso, na América Latina, algumas infecções sexualmente transmissíveis se apresentam em altas taxas nessa população, como o HIV. Apesar das disparidades entre os países, desde alguns com leis discriminatórias até outros com políticas inclusivas mais estabelecidas, é necessário que se tenha dados sobre diversos aspectos de saúde dessa população para que sejam elaborados projetos e políticas que impactem positivamente a vida dessas pessoas partir de suas próprias necessidades reportadas.

Nesse contexto, o LAMIS-2018 (Latin America Man Who Have Sex With Men Internet Survey) é o primeiro inquérito comunitário online sobre saúde sexual entre homens que fazem sexo com homens (HSH) que ocorre na América Latina. No Brasil, o estudo é conduzido pelo Núcleo de Direitos Humanos e Saúde LGBT (NUDHES) em parceria com a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT).

O LAMIS é uma pesquisa anônima e não são perguntados dados pessoais que permitam identificação dos participantes. Os dados serão recolhendo. É possível responder o questionário até abril de 2018 e é bem rápido, em torno de 20 minutos. Se deseja participar, bastar acessar o link.

Participe da maior pesquisa entre homens que fazem sexo com homens da América Latina! Sua resposta pode ajudar nas políticas de saúde e enfrentamento contra o HIV nessa população.

Fonte: www.estudiolamis.org

Publicado em: 16/04/2018

 

SiteLock

Acessibilidade