top of page
  • Fórum LGBTI+

Empresas do Brasil já podem se inscrever e concorrer ao Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade

Instituto Ethos, FórumLGBTI+, Great Place To Work, Mondelez e Soko formam a comissão julgadora que irá selecionar as finalistas para votação popular. As inscrições vão até o dia 25 de setembro.

Cerimônia do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+ de 2022, no MASP./Imagem: divulgação APOLGBT-SP


São Paulo, agosto de 2023 - A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) abriu inscrições para empresas e agências de publicidade de todo o país concorrerem, respectivamente, aos troféus de Melhor Empresa e Melhor Campanha Publicitária do 22º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+. O prêmio, considerado o mais representativo do país no quesito cidadania e direitos LGBT+, reconhece e celebra iniciativas que estão quebrando barreiras em prol dos direitos e conquistas das pessoas LGBT+.


“Nós, como entidade civil organizada que luta, desde 1997, pelos direitos de pessoas LGBT+, acreditamos firmemente que tanto o mercado publicitário quanto o empresarial têm um papel vital na promoção da aceitação, respeito e igualdade para a comunidade LGBT+. O nosso objetivo é cada vez mais inspirar agências de publicidade e empresas a adotarem essa postura”, afirma Cláudia Regina Garcia, presidente da APOLGBT-SP.

Falar em direitos de pessoas LGBT+ é também abordar suas interseccionalidades, sejam raciais, sociais, geográficas e de corpos, que incluem as pessoas com deficiência. “A interseccionalidade sempre esteve presente nos 22 anos da premiação, mas neste ano é um ponto central, principalmente nessas duas categorias. As duas comissões julgadoras, de Empresa e de Campanha Publicitária, estarão com olhares mais atentos a essa questão”, diz o jornalista Luiz De França, diretor da organização não governamental e da premiação.

Cada inscrita será avaliada por uma comissão julgadora, que tem como meta classificar as finalistas, que irão para votação popular, prevista para acontecer durante todo o mês de novembro.


JÚRI EMPRESA

Ter um prêmio que represente de fato a opinião da comunidade, de quem a representa, de quem respeita e promove direitos humanos LGBTI+, é algo para ser celebrado e compartilhado. É o que diz Rapha Pagotto, secretário adjunto do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, um dos integrantes da comissão julgadora da categoria Empresa. “Para que mais gente saiba, participe, questione, mostre e, principalmente, some ao que a Parada de São Paulo tem feito há muitos anos, e a cada ano mais consistente. Dar visibilidade às empresas que possuem programas avançados de DE&I [Diversidade, Equidade e Inclusão] é algo que traz esperança e, ao mesmo tempo, inspira outras organizações a fazerem o mesmo e melhor", reforça.


O Instituto Ethos, que também integra o júri, considera o prêmio uma iniciativa importante que busca reconhecer publicamente as boas práticas que têm sido desenvolvidas com foco nas pessoas LGBT+. “Além de reconhecer boas práticas, permite um diagnóstico a respeito da qualidade dessas ações e investimentos, em especial do setor privado, em construir e desenvolver práticas empresariais e políticas públicas que, de fato, tragam pertencimento, representatividade, prosperidade compartilhada, proteção e garantias de direitos, demonstrando a potência do seu propósito”, diz Scarlett Rodrigues, coordenadora de Projetos em Direitos Humanos do Instituto Ethos.


Assim como o Fórum LGBTI+ e o Instituto Ethos, esse também é o segundo ano de participação do Great Place To Work na comissão. “Nós acreditamos profundamente no poder de entender e atender as necessidades e sentimentos das pessoas que trabalham em empresas, que compartilham nossa missão de construir excelentes lugares de trabalho para todas as pessoas - For All - por meio de práticas, programas que sejam essenciais para promover uma cultura inclusiva”, diz Raul Valle, consultor de Diversidade, Equidade e Inclusão (DE&I) do Great People e Great Place To Work. “Por isso temos orgulho de novamente fazermos parte desta parceria incrível que ajuda disseminar a inclusão e diversidade nas organizações”, complementa.


Como já está virando tradição, as premiadas da categoria do ano anterior são convidadas a compor o júri da edição seguinte. Neste ano, a Mondelez e a Soko completam a comissão julgadora da categoria Empresa. Na opinião de Gabriela Rodrigues, vice-presidente de Impacto da Soko, essa não é uma premiação comum. “É um prêmio desenhado para reconhecer quem está à frente de ações e discussões sociais fundamentais do nosso tempo e para dar um recado claro: esses são exemplos de posturas, de projetos e de histórias que precisamos que cresçam no futuro. Inspirem-se, copiem e até mesmo os desafiem. Será bom para todos", diz Gabriela.


Nesse sentido, a APOLGBT-SP convida todas as empresas, da indústria, comércio e serviços, de todos os portes de tamanho, a se engajarem nessa jornada de valorização da diversidade e inclusão. A função da premiação é incentivá-las a compartilhar suas experiências, aprendizados e práticas que têm contribuído para avanços significativos no campo da diversidade e do respeito à comunidade LGBT+.


Também estão abertas as incrições para as agências de publicidade de todo o país concorrerem na categoria Melhor Campanha Publicitária. A premiação tem outras nove categorias com inscrições e indicações populares iniciando em setembro. A cerimônia de premiação acontecerá no dia 02 de dezembro, no auditório do MASP, em São Paulo.

Nessa categoria, poderá haver mais de uma premiada. A revelação será apenas na cerimônia de premiação, que acontecerá no dia 02 de dezembro, no auditório do MASP, em São Paulo.


As inscrições podem ser feitas por meio dos links no site ou nas redes sociais:

Redes sociais: @paradasp


Sobre a APOLGBT-SP

A Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo acontece desde 1997 na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo. Em 1997, foi fundada a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP), uma Organização Não Governamental (ONG), sem fins lucrativos, detentora da marca Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e outras marcas do orgulho. A marcha, organizada por militantes e ativistas, cresceu até tornar-se a maior Parada LGBT do mundo. A Parada é o maior ato político, que amplifica as vozes da comunidade. Nesse processo de evolução, a APOLGBT-SP passou a realizar outros atos e eventos de militância para a comunidade LGBT, como o Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+.



Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Rua Barão de Itapetininga, 255, sala 905


Mais informações:

bottom of page