• Fórum LGBTI+

Comitê de Presidentes se reuniu para discutir quais as prioridades do Fórum para 2019

Atualizado: 19 de Mar de 2019


#PraCegoVer: Sala com tapete bege, luzes iluminam as paredes ao fundo e, no teto, tubulações prateadas. Todos e todas que participaram da reunião sorriem para a foto, lado a lado, e seguram a bandeira LGBT.

Aconteceu nesta terça (16/10) a reunião do Comitê de Presidentes do Fórum, na J. W. Thompson, em São Paulo. Esse é o segundo encontro do ano e teve, como objetivos, avaliar o Plano de Ação traçado no início deste ano e debater os próximos passos para 2019.


Recebidos por Ezra Geld, presidente da J. W. Thompson Brasil, estiveram presentes no encontro: Rodrigo Santos (Bayer), Paulo Miri (Whirlpool), Fábio Maceira (JLL), Mônica Schimenes (MCM Brand Group), Manuel Chinchilla (Philip Morris), Fernando Serec (TozziniFreire Advogados) e Fernando Vasconcellos (Kontik). O Conselho Consultivo do Fórum foi representado por Elaine Ranieri e Franklin Feder e o Comitê Gestor, por Thays Toyofuku. Como convidada, tivemos a presença de Thais Faria, da Organização Internacional do Trabalho (OIT).


O Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ é uma organização informal com sistema de governança liderado pelo Comitê de Presidentes e com um Regimento Interno que define papéis e orienta nossas ações. Esse Comitê é principal instância do Fórum responsável por definir qual e como será a atuação do Fórum junto à sociedade e às organizações, assim como delinear suas prioridades.


Em outra frente, queremos fortalecer o Comitê de Executivos do Jurídico, para entender quais são suas demandas para, então, construirmos juntos workshops para os representantes das signatárias. O mesmo será feito com o Comitê de Comunicação, que começou a se definir após o workshop sobre Comunicação, Marketing e Negócios, que aconteceu em setembro.


Para os próximos dias, Reinaldo Bulgarelli, Secretário Executivo, sugeriu aos presidentes e executivos das empresas signatárias que busquem se reunir com os grupos de afinidade nas empresas para ouvi-los sobre o momento atual do país, buscar ações concretas no âmbito interno que possam fortalecer a identidade organizacional, Código de Ética e outras políticas que tratem de valorização da diversidade, promovendo respeito e diálogo. 


Os presidentes reafirmaram o compromisso com os direitos humanos LGBTI+ como algo básico presente nas empresas, em suas práticas e relacionamentos, bem como na articulação do Fórum e sua Carta de Adesão. O Fórum, em seus 10 Compromissos, defende como essencial a promoção de um ambiente de trabalho respeitoso, seguro e que busca equidade. Como já havia acontecido no painel de presidentes do 15o. Fórum, as empresas signatárias, ao reafirmar sua posição, atuam como referência para o meio empresarial brasileiro, contribuindo para o diálogo e a construção de caminhos com os diferentes setores da sociedade.

183 visualizações

© Feito com amor por MCM Brand Experience